Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Há uma selva lá fora...

Um blogue sobre a selva: observações e comentários de um tipo.

21
Out15

Pequenos apontamentos #02

 

Havia um professor meu que falava de escândalo de os meios de comunicação terem deturpado as relações humanas e de como os "Morangos Com Açúcar" alteraram a adolescência de milhares de miúdos. Ele queixava-se do facto de miúdas de catorze e quinze anos andaram abraçadas e beijarem os seus namorados... em plena rua... na boca! E só Deus sabia do que vinha a seguir. 

Naquela aula, o espanto na sua cara era patente! 

Que há miúdas cuja educação é igual à de um símio, disso não tenho dúvidas: basta sair à noite e perceber que, em dois/três anos, o mundo virou do avesso. 

Mas daí culpar os meios de comunicação por isso, vai alguma distância. Os media só oferecem o que as pessoas "comem" e, claro, se tiverem a certeza que as pessoas vão "comer" aquela trampa que lhes é oferecida. Os "Morangos", por sua vez, afirmaram-se como "filtros da sociedade" mas também os Gato Fedorento o eram [eu sei letras de músicas e sketches que foram emitidos nos seus programas], tal como foi o Herman ["Eu é que sou o presidente da junta!"], o Raúl Solnado, o Camilo de Oliveira,... 

Há outros culpados para a "corrupção" da juventude...

08
Out15

Pequenos apontamentos #01

RTP

 

José Rodrigues dos Santos, pivô do Telejornal da RTP, ao que parece, fez uma graça sobre a orientação sexual de Alexandre Quintanilha, o deputado mais velho da próxima Assembleia da República.

Enganos todos temos, uns piores que outros! Por isso, parece de mau tom pedir a um jornalista, com anos de carreira na televisão pública, que se demita sem ouvir a sua justificação.

Não vi o vídeo mas, à luz dos atuais acontecimentos (pelo menos dois deputados, de sexos diferentes, têm mais de 65 anos), parece-me perfeitamente plausível que um engano como este, embora lamentável, aconteça.

Agora, se querem desancar no JRS pelos livros, força: são grandes para caraças e podem tirar a paciência a um santo! No entanto, quando se está em direto, com milhões de olhos postos no pivô, se calhar é melhor não julgar anos de profissão por um erro que durou dois segundos.

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.