Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Há uma selva lá fora...

Um blogue sobre a selva: observações e comentários de um tipo.

19
Abr17

Há um sítio...

5.png

 

 

A UTAD TV... como descrever este sítio? Como descrever o sítio onde aprendi (e aprendo) a criar, a magicar e a fazer televisão? 

Não sei...

Há quase cinco anos que pertenço ao projeto: como repórter, apresentador, pivô, apresentador novamente e, agora, gestor de um site e das redes sociais... e repórter... e um par de coisas. Há cinco anos que faço televisão... que amo aquilo que faço... que magico... que erro. 

Num casting em que passava a emissão para a repórter Margarola Catrila, era escolhido para a apresentar o Fica A Saber, depois veio o Diário, o Jornal Universitário e, por fim, o Emprego & Empreendedorismo.

Neste caminho, encontrei o professor João Simão, a professora Manuela Carneiro e a professora Inês Aroso. Todos eles deram-me a bagagem certa de liberdade, responsabilidade, à-vontade, criatividade e, finalmente, a aprendizagem. 

Neste caminho, encontrei a Angélica Paixão, a Cristiana Macedo e a Helena Margarida. Com elas, aprendi a trabalhar em equipa, a ser melhor todos os dias, a aprender que o trabalho do outro depende também de mim, que o trabalho tem de ser entregue a horas independentemente do que aconteceu, que o trabalho é divertimento quando se faz o que se gosta. 

 Neste caminho, encontrei o Nélson, o Rogério e o "Chico". Com eles, aprendi (e aprendo) a fazer coisas novas,... no Premiere ou no After Effects, a ter uma direção, a criar um método de trabalho. 

Toda esta gente fez a UTAD TV e alguns deles farão a UTAD TV no futuro

Hoje, a UTAD TV faz 10 anos! 

O projeto a que tenho o orgulho de pertencer faz 10 anos: de histórias, de programas, de histórias de programas... de olhar para aquilo que fizemos, de rirmos com a nossa figura há uns anos...

E, no final, percebermos que valeu a pena!

Há um sítio diferente na UTAD! E esse sítio é a UTAD TV. 

Parabéns! Ainda há histórias para contar...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.